Beleza - Maquilhagem

Qual é a diferença entre tintura permanente e tonalizante?

Monday, 22/01/2018 | 15:01 Antigamente, só quem procurava mudar a cor do cabelo eram as mulheres que queriam esconder aqueles incômodos fiozinhos brancos que apareciam repentinamente no alto da cabeça, dando um susto e tanto na frente do espelho, certo?! Porém, tudo mudou atualmente e, nos dias de hoje, não existe mais nada disso!

https://abrilmdemulher.files.wordpress.com/2016/10/tintura-tonalizante-cabelos-viva-604-9130.jpg?quality=90&strip=info&w=1000&h=666&crop=1

Pintar o cabelo tornou-se algo comum no mundo todo e virou sinônimo de vaidade. Agora, além das tintas em cores naturais de cabelo, a mulherada que adora colorir as madeixas também pode optar por aquelas com uma coloração mais forte, como vermelho, rosa, azul, verde e até laranja.

Por outro lado, o mais importante e o que muita gente tem dúvida, é sobre qual tipo de coloração apostar para mudar a cor dos seus fios. Certamente, com o avanço da tecnologia no mercado de cosméticos, você já deve ter ouvido falar em diferentes formas de colorir o cabelo.

Entre as mais conhecidas e recomendadas por especialistas em coloração estão a tintura permanente e o tonalizante, que você vai conhecer melhor no nosso artigo de hoje. Apesar de muita gente confundi-las e achar que elas são a mesma coisa, existem muitas diferenças na composição química e no resultado dessas colorações nos nossos fios.

Quer saber qual é a diferença entre tintura permanente e tonalizante? Então, fique de olho nos próximos parágrafos e descubra a melhor para o seu cabelo! Vem comigo!

Tintura permanente: vantagens e desvantagens

A primeira coisa que você precisa saber sobre a tintura permanente é que ela age em toda a estrutura do cabelo, dentro da fibra capilar, e, como o próprio nome já diz, mudando o tom dos fios de maneira duradoura, o que significa que ela é ideal para quem quer deixar o cabelo colorido por um longo tempo.

A coloração permanente contém amônia, a responsável por agir diretamente na parte interna dos fios e substituir a cor natural dos fios pela cor artificial desejada, e que faz também com que o pigmento fixe por mais tempo nos fios. A substância consegue abrir até dois tons a cor do cabelo natural e cobrir 100% dos fios brancos, além de deixar cor artificial de forma duradoura.

Talvez você se interesse por:

Por outro lado, a tintura permanente não é compatível com todo tipo de química (henna, hennê, hidróxido de sódio, entre outras químicas) e os cabelos desbotam mais rápido quando lavados com muita frequência.

Vantagens:

  • Cobre 100% dos fios brancos;
  • Clareia ou escurece o cabelo de maneira uniforme;
  • Deixa a cor intensa;
  • Permite mudanças radicais;
  • Possui efeito duradouro;
  • É ideal para quem quer deixar a cor de maneira permanente no cabelo.

Desvantagens:

  • Danifica e resseca mais o cabelo, já que possui amônia e outros antioxidantes com volumagem alta;
  • Não é compatível com qualquer química;
  • É preciso retocar a raiz a cada 20 ou 30 dias;
  • Se não gostar da cor aplicada, é necessário esperar cerca de 7 dias para fazer uma nova aplicação;
  • Deve ser evitada em cabelos já ressecados.

Tonalizante: vantagens e desvantagens

Já o tonalizante é um tipo de coloração semipermanente, ou seja, menos duradoura que a tintura comum, que deposita pigmentos de cor na cutícula do fio, sem precisar agir na estrutura capilar.

Isso porque o produto não contém amônia e nem oxidantes em sua formulação, o que quer dizer, portanto, que não pode agir na parte interna do fio, agredindo menos a fibra capilar e reduzindo o tempo de duração da cor nas nossas madeixas. Popularmente dizendo, ele atua como uma espécie de “maquiagem” no cabelo, desbotando-se à medida que se lava o cabelo.

Por ter essa ação superficial, os resultados ficam melhores quando as tonalidades aplicadas são semelhantes à cor natural das nossas madeixas. Por outro lado, a desvantagem é que a coloração da superfície com o tonalizante, apesar de agredir menos, cobre apenas 70% dos fios brancos. É por isso que o tempo de retoque entre uma aplicação e outra deve ser menor.

Sendo assim, é válido ressaltar que o tonalizante deve ser utilizado no caso de mulheres que desejam mudar o tom do cabelo, realçar aquela coloração que já está meio desbotada ou até mesmo dar um brilho maravilhoso aos fios naturais, reacendendo o visual, digamos assim.

Porém, isso não quer dizer que ele irá modificar a cor, uma má opção para quem quer deixar a cor no cabelo por um tempo duradouro.

O tonalizante pode ser encontrado em diferentes versões (mousse, shampoo, creme e gel), mas todas oferecem o mesmo resultado e dependem somente da escolha da pessoa. Na verdade, o único que tem um efeito um pouco diferenciado é a mousse, porque a espuma é mais fácil de ser manuseada e, sendo assim, a aplicação consegue ser localizada para fazer mechas ou um outro estilo nos cabelos. No mais, tudo é normal se comparado às demais versões.

Vantagens:

  • O tonalizante dá mais brilho porque é menos abrasivo;
  • Dura de 20 a 25 lavagens;
  • O tonalizante é utilizado para mudar o tom do cabelo, realçar aquela coloração que já está apagadinha ou até mesmo dar um brilho maravilhoso aos fios naturais. Porém, isso não quer dizer que ele irá modificar a cor.
  • É compatível com qualquer química;
  • Cobre cerca de 40% dos fios brancos;
  • Dá brilho e não resseca os fios;
  • Se o resultado for insatisfatório, o produto pode ser reaplicado.

Desvantangens:

  • Possui curta duração;
  • Não clareia e nem escurece os fios;
  • Cobre parcialmente os fios.

Quero ficar loira. Posso conseguir resultado usando só o tonalizante?

Não. Isso porque o tonalizante não possui a capacidade de clarear os fios. Portanto,  não há a possibilidade de você clarear seus fios só com ele.

Estou grávida e meu médico me proibiu de aplicar tintura com amônia. Posso usar o tonalizante?

A princípio, pode sim. No entanto, a recomendação é consultar o seu obstetra sobre a ideia. Alguns profissionais de saúde liberam a utilização do tonalizante apenas após os 3 meses de gestação. Porém, existem outros que preferem que a grávida evite qualquer tipo de coloração, mesmo as mais suaves.

Gostou do artigo?! Entendeu bem a diferença entre a tintura permanente e o tonalizante? Então, deixe o seu comentário aqui embaixo contando para a gente…

fonte: tudoela.com

Comentário