Saúde - Bem-Estar

Considera-se atraente? Este fator pode ditar como os outros o veem

Tuesday, 08/05/2018 | 14:01 O grau de atratividade de alguém depende das pessoas que o acompanham e do quão bem parecidas são ou não, diz um novo estudo publicado pela revista norte-americana TIME.

Considera-se atraente? Este fator pode ditar como os outros o veem

É caso para dizer ‘diz-me com quem andas e eu digo-te quem és!'.

Aparentemente o grau de atratividade de um individuo não é um elemento fixo, novas pesquisas sugerem que o contexto é o ponto chave a ter em conta quando estamos a avaliar o quão bem parecida ou não é uma pessoa. Numa reviravolta surpreendente e até quase cruel, numa escala de quem é mais atraente um individuo conseguirá melhores resultados se estiver lado a lado com pessoas menos bonitas do que ele, comparativamente a se estivesse a ser julgado sozinho.

Noutras palavras: você é mais bonito se estiver na companhia de pessoas feias!

Para aquele estudo, que foi realizado por uma equipa de psicólogos da Universidade Royal Holloway, em Londres, no Reino Unido, e publicado no periódico Psychological Science, foi pedido a 40 participantes que classificassem os retratos de vários rostos tendo em conta a sua atratividade.

Foi-lhes depois solicitado que julgassem as mesmas caras colocando as imagens que as retratavam junto a outras com as faces de outros indivíduos. Quando estes “rostos distrativos” foram adicionados, o nível de atratividade dos primeiros rostos apresentados subiu no ranking.

“Até ao momento acreditava-se que o grau de atratividade de alguém era relativamente estável”, disse o médico e autor do estudo Nicholas Furl.

“Se hoje visse uma fotografia do George Clooney, iria classificá-lo como sendo bem parecido, assim como iria amanhã. Todavia, este estudo demonstra que a companhia que mantemos pode afetar o nosso nível de atratividade perante os outros”, acrescentou.

Furl considera que a nova informação adquirida com essa pesquisa pode ser útil para quem trabalha em publicidade, em design ou em áreas relativas ao comportamento dos consumidores. “As pessoas poderão avaliar socialmente um individuo de forma diferente dependendo de quem esteja à sua volta”, concluiu.

Então vai manter o seu circulo de amigos ou vai procurar companheiros novos que o façam sobressair?

fonte: noticiasaominuto.com

Comentário