Beleza - Moda

TENDÊNCIAS: SEGUIR OU NÃO SEGUIR?

Monday, 02/07/2018 | 15:23 A indústria da moda lança constantemente novas peças com diversas cores, padrões, texturas, cortes e coordenações. Se devemos arriscar? Claro que sim, sem medos mas com bom senso. Na hora de comprar, não ceda a pressões e coloque as seguintes perguntas a si própria.

Tendências: seguir ou não seguir?

GOSTO DA TENDÊNCIA, OU VOU USAR PORQUE OS OUTROS TAMBÉM USAM?

As tendências são isso mesmo: tendências. Não é obrigatório atualizarmos constantemente o nosso armário com as últimas novidades, se não nos identificarmos com elas. Na hora de comprar, perceba se a peça vai ao encontro daquilo que é.

FICA-ME BEM E FAVORECE A MINHA SILHUETA?

Cada corpo é diferente entre si e é importante ter isto em consideração na hora de comprar. O que pode ficar bem à sua melhor amiga, colega de trabalho ou figura pública, pode não resultar em si, por isso, é necessário conhecer o seu tipo de corpo para que o conjunto resulte numa silhueta equilibrada e harmoniosa, evidenciando o que tem de melhor e minimizando as características onde se sente menos à vontade.

VOU USAR ESTA PEÇA? COMO E QUANDO?

Olhar para uma peça de roupa e ficar apaixonada: quem nunca? Porém, mesmo que gostemos da nossa escolha e nos fique bem, é importante analisar se faz sentido ter a peça no nosso armário e pensar se a vamos realmente usar, se temos outros acessórios que se adequem à mesma, e se a compra não irá contribuir apenas para ocupar espaço no armário com algo que nunca iremos utilizar. Não queremos isso, pois não?

O VALOR DE AQUISIÇÃO DA PEÇA ENQUADRA-SE NO MEU ORÇAMENTO?

Se a sua resposta for sim e puder escolher livremente e sem constrangimentos, ótimo! Mas, caso contrário, é importante escolher com bom senso e sentido de responsabilidade, de modo a não desequilibrar o seu orçamento. O segredo? As peças tendência são transversais e fáceis de encontrar em qualquer loja, seja de luxo ou com marcas low cost. Procure e, com certeza, vai encontrar peças semelhantes a um preço mais acessível.

fonte: lifestyle.sapo.mz

Comentário