Desporto

Elias oferece título de campeão de inverno ao Ferroviário de Maputo

Sexta-feira, 06/07/2018 | 14:31 No duelo dos manos “locomotivas” de Maputo e da Beira, a ferrovia comandada por Nelson Santos descarrilou a homónima de João Chissano, à tangente, conquistando o título de campeão de inverno (primeira volta).

Elias oferece título de campeão de inverno ao Ferroviário de Maputo

Elias foi o herói do Ferroviário de Maputo, ao apontar o único golo do jogo diante do seu homónimo da Beira, mesmo ao apagar das luzes. Um golo bastante contestado pelos “locomotivas” da Beira, que sofreram o golo quando estavam reduzidos a nove jogadores, uma vez que um jogador seu estava lesionado e fora do campo e outro também enviado para fora pelo árbitro do encontro, alegadamente porque estava a sangrar.

Com esta vitória, o Ferroviário de Maputo chega aos 32 pontos e conquista o título de campeão da primeira volta, ainda que possa ser alcançado pela UD Songo, que ainda tem dois jogos em atraso, podendo fazer seis pontos e também chegar aos 32 pontos, mas ficando prejudicado pela derrota sofrida no Estádio da Machava, também à tangente. A esta altura, a turma orientada por Nelson Santos está bem encaminhada para recuperar o título nacional perdido em 2016.

LAM obriga a mais adiamentos

Para já, os sucessivos problemas da companhia aérea de bandeira nacional, a LAM, nomeadamente com voos cancelados, bagagens não enviadas e outros problemas operacionais, obrigam a Liga Moçambicana de Futebol a adiar mais jogos deste Moçambola 2018. Para já, o UP de Manica vs Maxaquene, que tinha sido marcado para hoje, foi adiado devido a atrasos e cancelamentos de voos que fizeram com que parte da comitiva “tricolor” e o respectivo equipamento tenha ficado na capital do país. Assim, o jogo está marcado para tarde desta quinta-feira, no campo de Gondola, mesmo dia em que o Textáfrica de Chimoio recebe o Ferroviário de Nampula, também em jogo de atraso da 14ajornada.

Para esta tarde está ainda agendado mais uma partida em atraso envolvendo a UD Songo e a Liga Desportiva de Maputo. Uma partida referente a 8a jornada, adiada na altura, devido à participação dos “hidroeléctricos” na fase de grupos da Taça CAF, também conhecida como Taça Nelson Mandela.

Ainda faltarão disputar três jogos em atraso da primeira volta, nomeadamente Liga Desportiva de Maputo vs Textáfrica, referente a 14ajornada e marcado para o dia 16 deste mês, Incomáti de Xinavane vs Desportivo de Nacala e Maxaquene vs UD Songo, estes dois últimos jogos ainda sem data marcada.

LAM ainda vai complicar Moçambola 2018

Estes adiamentos e cancelamentos de voos continuarão ter repercussões na agenda do campeonato nacional, uma vez que os jogos da 16ajornada, a primeira da segunda volta começam a disputados na tarde desta quinta-feira, com o Desportivo de Nacala a receber o Clube de Chibuto, aproveitando a presença dos “guerreiros” de Gaza naquela cidade portuária. E mesmo os restantes jogos da 16a jornada não se realizam no mesmo dia. Isto é, teremos mais três jogos no domingo, outros três na segunda-feira e mais um jogo ainda sem data, quando já se sabe que quarta-feira da próxima semana será dia da Taça de Moçambique, fase nacional. Para já, fica uma dúvida no ar: com estes adiamentos e o regresso da UD Songo as competições africanas, como a LMF vai gerir a situação?

fonte: opais.sapo.mz

Comentário