Saúde

Aleitamento reduz mortalidade infantil

Tuesday, 31/07/2018 | 11:13 O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) usou o lançamento da semana mundial de aleitamento materno, de decorreu esta segunda-feira em Maputo, para falar da importância do aleitamento exclusivo.

“Nos países em desenvolvimento, uma criança que está sendo amamentada sobrevive três vezes mais que uma criança não amamentada”, disse a representante da UNICEF, Maryvonne Christ.

Aleitamento reduz mortalidade infantil

A organização está a trabalhar com o Governo para melhorar as actuais taxas de aleitamento. “Em parceria com o Governo e todas as partes interessadas, nós estamos comprometidos no desenvolvimento e implementação de políticas que promovem a prática do aleitamento materno exclusivo até aos seis meses de idade e continuação do aleitamento materno até aos 2 anos ou mais, na defesa a resolução da Assembleia Mundial de Saúde e na advocacia sobre a Alimentação Infantil”, destacou Christ.

Dados do UNICEF indicam que globalmente, o aumento do Aleitamento Materno, poderá prevenir a morte de oitocentas e vinte e três mil crianças e vinte mil mortes maternas anualmente.

A falta de amamentação corresponde a perdas económicas de cerca de trezentos e dois mil milhões de dólares, anualmente, no mundo.

fonte: opais.sapo.mz

Comentário