Internacional

Confrontos pós-eleitorais resultam em três mortos no Zimbabwe

Thursday, 02/08/2018 | 14:45 O partido União Nacional Africana do Zimbabwe-Frente Patriótica (ZANU-PF, sigla em inglês) já conquistou 109 dos 210 lugares no parlamento, contra os 41 conseguidos pela oposição Movimento para a Mudança Democrática (MDC, sigla em inglês), segundo avança a Reuters, citada pelo Observador.

Confrontos pós-eleitorais resultam em três mortos no Zimbabwe

O partido União Nacional Africana do Zimbabwe-Frente Patriótica (ZANU-PF, sigla em inglês) já conquistou 109 dos 210 lugares no parlamento, contra os 41 conseguidos pela oposição Movimento para a Mudança Democrática (MDC, sigla em inglês), segundo avança a Reuters, citada pelo Observador.

Depois da divulgação destes resultados, surgiu uma onda de protestos naquele país, que resultaram em pelo menos três mortes em confrontos com os militares em Harare, avança a Associated Press, que cita informação divulgada pela televisão estatal zimbabweana.

Em resposta à divulgação dos resultados, o líder da oposição, Nelson Chamisa, acusou a comissão de eleições de divulgar estes resultados previamente para “preparar mentalmente o Zimbabwe para aceitarem os falsos resultados das presidenciais”. O político, no Twitter, disse ainda que ganhou “o voto popular” e vai “defendê-lo”.

Por sua vez, Emmerson Mnangagwa, presidente do Zimbabwe culpou a oposição pelas vítimas mortais desta quarta-feira, na sequência de protestos pós-eleitorais.

Através da sua conta Twitter, o presidente do Zimbabwe apelou a todos para desistirem de declarações provocantes. “Todos nós devemos demonstrar paciência e maturidade, e agir de uma forma que coloque nosso povo e sua segurança em primeiro lugar. Agora é o momento de responsabilidade e, acima de tudo, a paz”, lesse no poste.

fonte: opais.sapo.mz

Comentário