Internacional

Mnangagwa declarado vencedor das presidenciais no Zimbabwe

Friday, 03/08/2018 | 11:07 A Comissão eleitoral do Zimbabwe declarou Emmerson Mnangagwa vencedor das eleições presidenciais da última segunda-feira.

Mnangagwa declarado vencedor das presidenciais no Zimbabwe

A Comissão anunciou os resultados das 10 províncias e Mnangagwa venceu em sete.

O News 24, que cita a AFP, refere que Mnangagwa obteve 50,8% dos votos, enquanto que o seu opositor, Nelson Chamisa, do partido da oposição MDC, obteve 44,3%.

O porta-voz do MDC, Morgan Komichi, denunciou os resultados eleitorais do Zimbábue, dizendo que a contagem era verídica “Os resultados que foram anunciados não foram verificados por nós ... então os resultados são falsos”, disse pouco antes de ser retirado do local onde estavam a ser anunciados os resultados.

Numa primeira fase, a Comissão eleitoral anunciou os resultados de nove das 10 províncias, onde em Harare, Nelson Chamisa conseguiu 548 848  votos contra 204 710 de Emmerson Mnangagwa.

Em Masvingo, Mnangagwa teve 319 073 votos contra 117 196 de Chamisa.

Em Mashonaland Mnangagwa obteve 334 617 votos contra 189 024 de Chemisa. Já em Matebeleland sul Mnangagwa conseguiu 107 008 votos contra 90 292 do seu adversário.

Em Bulawayo Chamisa obteve maior número de votos, 144 160 contra 60 168 de Mnangagwa. O mesmo aconteceu em Matebeleland norte, onde Chamisa obteve 137 611 votos contra 111 452 de Mnangagwa.

Em Mashonaland, Chamisa obteve 97 097 votos contra 366 785 de Mnangagwa. Na província de Midlands, Chamisa obteve 255 059 e Mnangagwa 350 754 votos, enquanto que Manicaland, Chamisa obteve 296 429 votos enquanto que Mnangagwa ficou com 292 938 votos.

Depois de cerca de uma hora de espera, foram anunciados os resultados da província que faltava, Mashonaland oeste, onde Mnangagwa voltou a liderar com 312 958 votos contra 217 732 de Chamisa.

Pouco tempo depois do anúncio, Emmerson Mnangagwa agradeceu aos zimbabweanos pela confiança em si depositada. “Obrigado Zimbabwe!
Tenho a honra de ser eleito presidente da Segunda República do Zimbabwe. Apesar de termos sido divididos nas urnas, estamos unidos em nossos sonhos. Este é um novo começo. Vamos unir as mãos, em paz, unidade e amor, e juntos construir um novo Zimbabwe para todos!”, escreveu na sua conta do Twitter.

fonte: opais.sapo.mz

Comentário