Entretenimento - Musica

Drake também faz o #KikiChallenge no ótimo clipe de “In My Feelings”

Monday, 06/08/2018 | 16:46 Se nas últimas três semanas você não entrou no Instagram, no Snapchat, no Twitter, no Facebook, no Youtube ou na internet, provavelmente não conhece o #KikiChallenge.

Drake (In My Feelings)

Criado a partir da viciante música “In My Feelings”, do Drake, o desafio consiste em pular de um carro em movimento, fazer uma coreografia bonitinha nível simples e dublar a canção. Virou uma febre entre adolescentes, influenciadores e celebridades, rendeu paródias sensacionais como essafurtos, colocou o hit do rapper canadense em primeiro lugar nas paradas musicais e fez da faixa a música do verão norte-americano.

O mais engraçado é que esse nem era o plano de Drake! O possível próximo single do álbum “Scorpion”, lançado no mês passado, seria “Emotionless”, canção na qual ele canta ter um filho sobre um sample de “Emotions”, sucesso dos anos 1990 da Mariah Carey. Foi pego de surpresa. Por isso, talvez, que o clipe tenha demorado tanto tempo para sair – e ele é ótimo, bem verão mesmo, todo divertido e tal. Tem mais de 7 minutos, mas é impossível para de assistí-lo.

Dirigido por Karena Evans, também responsável pelos ótimos “God’s Plan” , “Nice For What” “I’m Upset”, o vídeo traz muitas cenas de Nova Orleans e uma participação gigantesca de Shiggy. Para quem não sabe, o influenciador foi o responsável por criar o tal desafio e até chegou a ser acusado de receber 250 mil dólares para criar o viral, o que foi desmentido. Atitude legal do Drake de convidá-lo, de dar crédito para quem merece crédito.

Mas a melhor parte do vídeo mesmo são as participações! Tem Dua Lipa, os cinco fabulosos de “Queer Eye”Will Smith, claro, e as atuações de La La Anthony, que interpreta a tal Kiki, e Phylicia Rashad, a mãe da garota que não está a fim de acreditar no papinho do Drake. Ah, e Drake atuando é uma delícia, ele tem timing, é engraçado e natural (porque antes dele ser rapper, ele era ator, lembra?).

fonte: mdemulher.abril.com.br

Comentário