Entretenimento - Agenda Cultural

“Continuadores” apresentam-se no Centro Cultural Franco-Moçambicano

Thursday, 16/08/2018 | 15:18 A dupla Ailton José Matavela (Trkz) e Tiago Correia Paulo (A Million Things), “Continuadores” apresentam um concerto no auditório do Centro Cultural Franco-Moçambicano (CCFM).

“Continuadores” apresentam-se no Centro Cultural Franco-Moçambicano

Trkz e A Million Things conheceram-se por mero acaso numa festa no início do ano passado. Tiveram uma pequena conversa que culminou na grande ideia de fazerem músicas juntos.

Depois de mais alguns encontros em ambientes menos festivos, ambos puderam desenvolver o diálogo e partilhar as suas jornadas artísticas. Mais tarde e sem estarem a viver na mesma cidade, começaram a trocar ideias sonoras via internet, e assim foi uma questão de tempo até terem alguns temas, apesar de ainda construídos em forma de esboço.

O passo seguinte foi o de agendarem um concerto para apresentar este projecto, antes disso, estabelecer tempo dedicado para transformar todas aquelas ideias em algo com pés e cabeça. Assim, depois de trancados durante quase duas semanas em formato de residência artística no pequeno auditório do CCFM, nasce uma nova banda com uma colecção de canções prontas para ser apresentadas na sala grande do Franco-Moçambicano. Por causa dos temas abordados e pela sonoridade nostálgica do grupo, para eles fez imediatamente sentido chamar o projecto de “Continuadores”.

A dupla queria que a música de certa forma causasse um saudosismo e nostalgia nos ouvintes. A ideia do passado, presente e futuro seria uma das maiores inspirações; a noção de tempo, um instrumento que podia ser usado. Os ‘Continuadores’ têm vontade de trabalhar com narrativas e histórias.

Ailton e Tiago, já nos camarins, logo depois de acabarem o primeiro concerto, e ainda com o distante som dos aplausos, pensaram que esta aventura tinha de ser definitivamente repetida. E para eles fazia todo o sentido voltar para o local onde as pequenas sementes de ideias se transformaram em músicas. Voltar para o auditório do CCFM.

fonte: opais.sapo.mz

Comentário