Sociedade

Detidos três polícias por envolvimento no assalto à uma residência em Gondola

Tuesday, 28/08/2018 | 09:19 Três elementos da PRM afectos a unidade da Polícia de Transportes e Comunicações (PTC) do comando provincial de Manica estão, desde o último Sábado, detidos no distrito de Gondola indiciados de terem protagonizado assalto com recurso à arma de fogo onde apoderaram-se de vinte mil meticais.

Detidos três polícias por envolvimento no assalto à uma residência em Gondola

Segundo a chefe das Relações Públicas da PRM em Manica, os referidos agentes, dirigiram-se na última sexta-feira à residência de um cidadão, onde munidos de uma pistola e algemas molestaram-no, tendo roubado o referido valor.
"De facto, confirmamos este caso, tanto é que, a Polícia recuperou das mãos destes colegas uma arma de tipo pistola,  algemas e viatura usada por eles para efectuar a operação", explicou Elsidia Filipe.

A fonte revelou que a Polícia não compactua com este tipo de comportamento por parte dos seus agentes, daí que além de processo-crime, decorre em paralelo um processo disciplinar contra os indiciados.
"Repudiamos este tipo de comportamento porque traz consigo várias consequências para a corporação, a destacar que o próprio cidadão a quem temos a missão de proteger deixa de depositar a sua confiança em nós", referiu Filipe.

Já os supostos polícias-ladrões negam o seu envolvimento no crime e dizem que dirigiram-se a referida residência para efectuar uma diligência, que entretanto não conseguiram especificar.
"Nós abandonamos nossos postos para ir na tal casa fazer uma diligência, só que o nosso erro foi de não nos apresentarmos ao comando distrital de Gondola", disse um dos integrantes do grupo.

Contra os polícias detidos pela Polícia já foi instaurado um processo-crime, o qual corre os seus trâmites legais.

fonte: opais.sapo.mz

Comentário