Sociedade

Mais de 16 mil vagas disponíveis para 2019 na UP

Friday, 19/10/2018 | 11:06 A Universidade Pedagógica (UP) tem disponíveis para o próximo ano lectivo cerca de 16 mil vagas para novos ingressos.

Mais de 16 mil vagas disponíveis para 2019 na UP

O número  corresponde a um aumento de pouco mais de quatro mil vagas em relação as disponibilizadas no presente ano.

As vagas estão distribuídas por todas delegações do país, para os 44 cursos ministrados naquela instituição do ensino superior, cobrindo as áreas de formação de professores, formação de técnicos e engenheiros, segundo o director pedagógico da UP, Elias Matos.

“Para o próximo ano não existe nenhum curso novo, vamos trabalhar com os cursos tradicionais. O que vai acontecer é que podemos não oferecer alguns cursos dado por fraca demanda em alguns locais”, explicou Matos, que falava durante o durante o XVIII Fórum de Planificação e Avaliação Pedagógica da UP, um evento de três dias que tem como objectivo avaliar o desempenho daquela instituição no último ciclo académico e planificar o próximo.

“Já deu para ver que o primeiro ciclo foi muito positivo. No entanto, há sempre questões por melhorar e queremos melhorar a qualidade de ensino, melhorar os serviços, porque a Universidade Pedagógica tem como objectivo ser uma referência e servir cada vez melhor os moçambicanos”, disse.

Explicou que apesar do desempenho positivo, houve algumas recomendações que não foram cumpridas na íntegra devido a exiguidade de recursos financeiros, materiais e humanos.

Por seu turno, o vice-reitor da UP, Boaventura Aleixo, referiu que o fórum reúne os responsáveis pelos processos académicos de todas faculdades da universidade, algo que vai permitir a harmonização das actividades da instituição.

“Como se sabe é uma universidade que está em todo país, que tem várias unidades e torna-se fundamental regulamente nos encontrarmos para harmonizar os nossos procedimentos. As unidades já fizeram as suas previsões por unidade e agora vamos em conjunto decidir questões fundamentais para o melhor funcionamento da nossa instituição”, disse Aleixo.

O evento, segundo avança a AIM, junta na mesma sala cerca de 60 académicos em representação de todas as faculdades, incluindo directores adjuntos para área pedagógica, chefes de departamentos, coordenadores das práticas pedagógicas, bem como alguns directores centrais para que possam acompanhar a questão da planificação e registo académico.

Durante o fórum também serão discutidos outras matérias, tais como a apreciação do calendário académico, actividades de monitoria na educação à distância, Plano Estratégico 2019-2023 e práticas dos cursos profissionalizantes.

fonte: opais.sapo.mz

Comentário