Sociedade

Ponte Maputo/Katembe inaugurada em Novembro

Monday, 29/10/2018 | 16:48 A ponte Maputo/KaTembe vai ser inaugurada em Novembro próximo, garante o ministro moçambicano das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, João Machatine.

A inauguração está marcada para o dia 10 e vai coincidir com o aniversário da elevação de Maputo à categoria de cidade. 

Machatine anunciou o facto na sexta-feira no posto administrativo de Chidenguele, distrito de Manjakazi, na província meridional de Gaza, no término do IV Conselho Coordenador do sector.

“A ponte será inaugurada no dia 10 de Novembro. Continuam previstas quatro praças de portagem, sendo que, neste momento, estão duas: uma na ponte KaTembe e outra em Bela Vista”, disse citado hoje pela estação pública de radiodifusão, a RM.

Há muito tempo que a entrada em funcionamento da infra-estrutura é esperada. Os citadinos, sobretudo os moradores da KaTembe, do outro lado da baía de Maputo, olham para a construção da ponte como um balão de oxigénio, dado que vai aliviar o sofrimento pelo que passam no uso do ferryboat no seu dia-a-dia. 

Os automobilistas, por exemplo, chegam muito cedo e permanecem longas horas de espera na fila para atravessar e muitas vezes incertos de que o “ferryboat” vai ou não navegar, além das tarifas consideradas elevadíssimas. Ademais, a comunicação entre os dois pontos da capital moçambicana, via marítima, fica interrompida, sempre que há tempestade. 

A travessia pela ponte espera-se venha conferir segura, conforto e garantia, além de que a ligação vai estar aberta todos os dias e durante todo o tempo.

Dados apurados pela AIM indicam que a tarifa paga no ferryboat em cada viagem por cada bicicleta é de 15 meticais (no câmbio corrente o dólar equivale a 60 meticais), ao meio de semana. Nos fins-de-semana o custo é de 20 meticais. Por motociclo de até 50 cm3 paga-se 35 meticais ao meio da semana e 40 meticais ao fim-de-semana.

Por motociclo superior a 50 cm3 paga-se 60 e 75 meticais. Veículo ligeiro de passageiros com peso bruto de até uma tonelada paga 250 e 300 meticais. Veículo de carga e passageiros com peso bruto entre uma tonelada e 3,5 toneladas paga-se 400 e 450 meticais.

Uma camioneta com peso bruto entre 3,5 e seis toneladas paga 650 e 700 meticais. O veículo de passageiro e carga com peso bruto entre seis e oito toneladas paga mil e 1,1 mil meticais.

A Maputo Sul, empresa pública gestora da ponte Maputo/KaTembe, já garantiu que as taxas de portagem a serem cobradas pela travessia de viaturas vão estar abaixo do valor que é cobrado no “ferryboat” e sublinhou que vão ser socialmente suportáveis.

 

fonte: folhademaputo.co.mz

Comentário