Sociedade

Ex administrador do distrito de Inhassoro pode ser condenado a 8 anos

Terça-feira, 06/11/2018 | 11:00 O ex administrador de Inhassoro pode vir a ser condenado pelas autoridades de justiça de Inhambane, numa pena abstrata que varia de dois a oito anos, caso se comprove sua participação, no desvio de cerca de um milhão de meticais.

Ex administrador do distrito de Inhassoro pode ser condenado a 8 anos

Para além do crime de Peculato, também é acusado de outros três crimes.

A Informação foi revelada esta segunda-feira, em Inhambane, pelo Gabinete do Combate à Corrupção, durante as celebrações do dia da Legalidade, onde, apesar de, a província ter registado redução de processos, que deram entrada ao Gabinete contra a corrupção, consta o caso remoto de 2013, que acusa o ex Administrador de Inhassoro, de quatro crimes, nomeadamente: Peculato, ou seja, desvio de fundos, de cerca de um milhão de meticais, falsificação de documentos,  abuso do cargo e função e pagamento de remunerações indevidas.

Por seu turno, a Procuradoria provincial revelou que, os crimes contra o patrimônio foram os mais praticados representando mais da metade, dos pouco mais de três mil processos tramitados.  

Apesar destes acontecimentos, a Direcção dos Assuntos Constitucionais e religiosos, assegura que, a província está na melhor posição, com menor índice de criminalidade.

Realçar que, no caso do desvio de fundos, no distrito de Inhassoro, estão também envolvidas outras 13 pessoas, cuja sentença está marcada para dia 26 do mês em curso.

fonte: opais.sapo.mz

Comentário