Sociedade - Negocios

Orizícola da Zambézia reclama custos de facturação de energia pela EDM

Friday, 09/11/2018 | 16:05 A direcção da fábrica de processamento de arroz, Orizícola da Zambézia, está a braços com a EDM pela facturação excessiva do consumo da energia eléctrica. Em média mensal a EDM está a cobrar acima de 30 mil meticais o que não ajuda as contas da empresa.

Orizícola da Zambézia reclama custos de facturação de energia pela EDM

A direcção da empresa Orizícola da Zambézia diz que está a dois anos a reportar a questão da facturação excessiva da energia à fábrica. Este facto está a impactar na logística para o funcionamento da fábrica que processa por dia 20 toneladas.

“Nós não conseguimos com aquilo que são as nossas vendas satisfazer as necessidades da própria fábrica, falo dos custos operacionais e um dos maiores custos é o de energia”, disse Gervázio Mendonça, director da fábrica.

Entretanto através do Posto de Transformação da energia, instalado na fábrica, a EDM faz ligações de energia aos seus clientes o que no entender da direcção da fábrica as facturas inerentes a taxa de potência deviam ser mais baixas o que não está a acontecer.

E a EDM já reagiu em volta do assunto. A directora diz que a preocupação da fábrica não tem base legal.

fonte: opais.sapo.mz

Comentário