Desporto

Oficial: Benfica renova com Bruno Lage

Wednesday, 20/02/2019 | 10:43 Treinador dos 'encarnados' assinou novo contrato até 2023.

Treinador dos 'encarnados' assinou novo contrato até 2023.

O treinador português de futebol Bruno Lage renovou contrato com o Benfica até 30 de junho de 2023, anunciaram hoje os ‘encarnados’, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD informa, nos termos e para o efeito do disposto no artigo 248.º-A do Código dos Valores Mobiliários, que renovou o contrato de trabalho desportivo celebrado com o treinador Bruno Miguel Silva do Nascimento (Bruno Lage), mantendo o seu vínculo contratual até 30 de junho de 2023”, lê-se no comunicado.

Bruno Lage, de 42 anos, assumiu o comando técnico da equipa principal do Benfica no passado dia 3 de janeiro, sucedendo “provisoriamente” a Rui Vitória, que deixou os ‘encarnados’ após três épocas e meia.

O antigo treinador da equipa B dos ‘encarnados’ comandou a equipa principal em 11 jogos, contando sete vitórias nos sete encontros do campeonato, além de dois triunfos para a Taça de Portugal e um para a Liga Europa, tendo apenas perdido frente ao FC Porto (3-1), em jogo da Taça da Liga. As 'águias', de resto, estão agora a um ponto da liderança e do FC Porto.

Esta terça-feira, o jornal A Bola avançava que o novo contrato de Bruno Lage terá em conta um aumento salarial e uma cláusula de rescisão com valores superiores a 10 milhões de euros. O técnico chegou a acordo com Luís Filipe Vieira nos últimos dias.

O desempenho de Bruno Lage, como reconheceu recentemente o administrador executivo da SAD do Benfica, tem causado muito boa impressão à estrutura dos 'encarnados'. "É homem para poder estar muitos anos no Benfica", afirmou.

O que mudou no Benfica com Bruno Lage

Os resultados e as exibições do Benfica mostram uma equipa cada vez mais com o cunho de Bruno Lage. O técnico, de 42 anos, recuperou o 4x4x2, mas operou algumas mudanças: colocou Samaris e Gabriel em linha (dois jogadores que pareciam caídos no esquecimento), com a missão de equilibrar a equipa na transição defensiva, tendo ainda colocado os extremos a fechar por dentro, forçando o adversário a procurar os corredores. Os cruzamentos partem agora dos laterais, ficando Rafa e Pizzi à entrada da área para procurarem a segunda bola.

A maior produção ofensiva das 'águias' também tem uma explicação: a aposta na parceria entre Haris Seferovic, que se afirmou como um goleador inesperado na ausência de Jonas, e João Félix, o novo menino bonito da Luz. O suíço é a principal referência para ganhar bolas entre os centrais, enquanto o jovem português ataca o espaço. Estas novas dinâmicas no ataque dotam o Benfica de uma maior imprevisibilidade na hora de atacar.

No passado dia 14 de janeiro, Bruno Lage afirmou o seguinte sobre a mudança de sistema tático: "É preciso dar continuidade ao trabalho que tem sido desenvolvido. É preciso tirar partido do bom trabalho do antigo treinador e tentar partir dessa situação. Tarefa tem sido tentar um processo de 4x4x2. Passar de uma dinâmica de 4x3x3 para uma dinâmica de 4x4x2. Estabilidade é passarmos uma mensagem daquilo que queremos. Independentemente do que se possa vir a fazer, é importante reconquistar o público, tentando jogar com qualidade. Só assim se pode pensar noutras coisas."

Os resultados estão à vista: o 'novo' Benfica já recuperou seis dos sete pontos que tinha de desvantagem para o FC Porto aquando da chegada de Bruno Lage, beneficiando dos empates dos 'dragões' com Sporting, V. Guimarães e Moreirense nesta fase. A equipa 'encarnada' tem ainda um registo de 29 golos marcados e cinco sofridos com o novo técnico, números que conferem às 'águias' o estatuto de melhor ataque do campeonato, com 60 golos, mais 16 do que a equipa de Sérgio Conceição.

fonte: https://desporto.sapo.mz/futebol/primeira-liga/art

Comentário