Turismo

O arquipélago de Bazaruto, um verdadeiro paraíso em Moçambique

Wednesday, 20/02/2019 | 11:43 Um arquipélago formado por seis ilhas

Um arquipélago formado por seis ilhas

Considerado um dos lugares mais belos de África, o arquipélago de Bazaruto é composto por um conjunto de seis ilhas que fica próximo da cidade de Vilankulo, em Mozambique. Para além de Bazaruto, a ilha principal, é composto pelas ilhas de Benguerra, Magaruque, Banque, Santa Carolina e Shell. Para além destas ilhas, o arquipélago é ainda formado por muitas outras ilhotas, que em muitas vezes apenas se vêm quando a maré está baixa. Esta maravilha natural foi declarada Parque Nacional no ano de 1971, e desde então que tem vindo a ganhar cada vez mais popularidade.

Como pode imaginar pelas imagens que aqui apresentamos, a grande atracção deste arquipélago moçambicano é precisamente o seu litoral, onde podemos encontrar praias realmente paradisíacas, com águas completamente cristalinas, areias brancas e um fundo marinho tremendamente rico. O mais curioso é que embora o país tenha estado em guerra civil durante mais de 16 anos e tenha sofrido imenso com as graves inundações de 2007, Bazaruto tem-se conseguido manter isolado das desgraças. Outro factor a favor é ainda se conservar num estado quase virgem, apesar de contar já com bastantes hotéis, resorts e lodges. A parte boa é que estes empreendimentos têm um espírito sustentável.

Uma das actividades que mais irá gostar de fazer neste paraíso africano será apanhar banhos de sol enquanto comtempla a paisagem. Mas as atracções não se esgotam aqui, pois poderá gozar de imensas actividades. Por exemplo, tanto o snorkeling como o mergulho são actividades que não deve perder. Com efeito, o chamado Parque Marinho de Bazaruto ou Parque Nacional de Bazaruto oferece nos seus 1.400 quilómetros quadrados uma importante reserva marinha, considerada como a maior de todo o Oceano Índico. Para além disso, poderá praticar pesca de alto mar, esqui aquático, vela e muitos outros desportos aquáticos.

 

fonte: https://maisturismo.org/o-arquipelago-de-bazaruto-

Comentário