Saúde

Como se faz o autoexame da mama?

Friday, 22/02/2019 | 09:59 Incluir o autoexame da mama na sua agenda poderá permitir que identifique de forma precoce um cancro da mama – o que aumenta as hipóteses de o tratamento ser eficaz. Por isso, aprenda a fazê-lo, seguindo estas regras.

Incluir o autoexame da mama na sua agenda poderá permitir que identifique de forma precoce um cancro da mama – o que aumenta as hipóteses de o tratamento ser eficaz. Por isso, aprenda a fazê-lo, seguindo estas regras.

O diagnóstico precoce do cancro da mama permite que o tratamento seja iniciado atempadamente, o que aumenta as hipóteses de ser eficaz. Aliás, neste momento, o cancro da mama está a fazer o seu caminho para se tornar uma doença crónica: a taxa de sucesso dos cerca de 4.500 novos casos diagnosticados todos os anos em Portugal é de 90%.
Desta forma, o rastreio – através de uma mamografia ou ecografia mamária – assume um papel essencial, sobretudo se houver um histórico de cancro na família e deve ser feito mesmo que não tenha sintomas. Além destes exames de rotina, outra das medidas de deteção precoce do cancro da mama é o autoexame da mama.

Quando fazer o autoexame da mama: 
A partir dos 20 anos: no terceiro ou quinto dia após a menstruação;
Se já não for menstruada: deve escolher uma data fixa do mês para o autoexame;

Como fazer?
Em frente do espelho: Com os braços levantados, com os braços ao longo do corpo e de perfil: observe a mama e o mamilo, estando atenta ao tamanho, forma, cor e crostas – especial atenção no caso da pele parecer inflamada, avermelhada ou com aspeto de casca de laranja – ou se existe corrimento ao pressionar o mamilo (muitas vezes o corrimento é benigno, mas há casos em que está associado ao cancro da mama);

Deitada: Com uma almofada por baixo do ombro, palpe a mama esquerda utilizando a mão direita (a mão esquerda deve estar a apoiar a nuca). Repita o processo com a outra mão.

Método das linhas verticais: Passe os dedos de baixo para cima e de cima para baixo até percorrer todo o seio.

Método dos círculos concêntricos: Partindo da parte de cima do seio, descreva círculos concêntricos no sentido dos ponteiros do relógio.

Método do relógio: Divida o seio em seis segmentos imaginários e, a partir da parte de cima (como se fosse nas 12 horas), desça até ao mamilo fazendo pequenos movimentos circulares. Repita nas restantes divisões imaginárias.

Verifique os gânglios linfáticos: No final, palpe ainda as axilas, procurando a existência de gânglios ou nódulos. Se notar alguma alteração, deve consultar o ginecologista.

 

fonte: https://rotasaude.lusiadas.pt/como-fazer-o-autoexa

Comentário