Entretenimento - Celebridade

Rihanna: de Barbados para o mundo. A vida da pop star

Saturday, 23/02/2019 | 09:26 Nascida Robyn Rihanna Felty, cantora deixou os estudos e acabou se tornando uma das maiores divas da música mundial. Conheça sua trajetória

Nascida Robyn Rihanna Felty, cantora deixou os estudos e acabou se tornando uma das maiores divas da música mundial. Conheça sua trajetória

Rihanna, ou Robyn Rihanna Felty, seu nome de nascença, é uma cantora, compositora e eventual atriz. Nascida no dia 20 de fevereiro de 1988 em Barbados, Rihanna entrou na cena musical após se apresentar com fitas demo dirigidas pelo produtor musical Evan Rogers.  Ela acabou sendo descoberta pelo rapper Jay-Z , marido da também cantora Beyoncé, e assinou um contrato com a gravadora da qual ele era presidente, a Def Jam Recordings. O primeiro álbum da cantora, “Music of The Sun”, teve uma recepção mista da crítica especializada, no entanto, ficou entre os dez álbuns mais vendidos da Billboard 200, a mais importante medição de vendas de discos nos Estados Unidos.

Rihanna então começava uma carreira de sucesso que explodiu de vez com o lançamento de seu álbum “Good Girl Gone Bad”, que apresenta um de seus maiores e mais icônicos hits: “Umbrella” . Desde então, a cantora já vendeu milhões de discos e se tornou uma das artistas musicais que mais vendeu em todos os tempos. Ela também já foi bastante premiada por seus trabalhos, ganhando, por exemplo, oito prêmios Grammy, considerado o “Oscar da música”.

A artista e seus dois irmãos, Rorrey e Rajad Fenty, cresceram na cidade de Bridgetown. Na infância ela vendia roupas com seu pai na rua. A relação dos pais de Rihanna era bastante conturbada por conta do vício do pai em cocaína, crack e álcool, e a jovem Robyn começou a ter dores severas de cabeça, com os médicos chegando até a acreditar que poderia ser alguma espécie de tumor. Quando tinha 14 anos, os pais dela se divorciaram. A cantora chegou, inclusive, a ser uma cadete em um programa militar. Mais tarde ela desistiria de completar os estudos no ensino médio para perseguir uma carreira musical.

Ponto de partida

As primeiras tentativas da atual diva pop foram ao lado de duas amigas, formando um grupo musical. O grupo acabou sendo descoberto pelo produtor americano Evan Rogers, que se encantou pela jovem e pediu para que ela realizasse uma audição sozinha. Feita a apresentação, o produtor pediu para que ela fosse com ele aos Estados Unidos para gravar algumas demos. Ela gravou e, eventualmente, a fita demo de “Pon de Replay” foi parar nas mãos de Jay-Z , que tinha acabado de ser escolhido como o presidente da Def Jam Recordings.

O rapper ficou um pouco preocupado quanto à habilidade da cantora de atingir as notas necessárias na canção, mas mesmo assim decidiu convidá-la para um teste. Rihanna foi assistida por Jay-Z e por outro gigante do mercado fonográfico, Antonio “L.A” Reid, que também atuou como um dos jurados do “The X Factor” nos EUA. Rihanna cantou um cover de “For The Love of You”, de Whitney Houston, e também se apresentou com “POn De Replay”. Ambos os executivos ficaram impressionados e decidiram contratá-la naquele momento.

Rihanna então deixou Barbados de vez e foi morar nos Estados Unidos com Rogers e a esposa dele. Em 2005, a diva em formação lançou seu primeiro álbum, “Music of The Sun”, com “Pon De Replay” sendo lançada como o primeiro single. A canção foi um hit em diversos países, aparecendo em segundo lugar na principal parada musical dos EUA, a Billboard Hot 100, e fez muito sucessos em baladas americanas. O álbum da cantora, lançado após o single, também teve um considerável sucesso comercial, recebendo o certificado ouro, mesmo tendo uma recepção mista da critica especializada.

A cantora começou a se tornar mais conhecida e sua carreira começou a deslanchar. O segundo álbum de Rihanna, “A Girl Like Me”, lançado em 2006, foi outro grande sucesso e o principal single, “SOS”, tornou-se um dos maiores sucessos musicais da artista oriunda de Barbados, aparecendo nas cinco primeiras posições entre os mais tocados em diversos países.

Mas foi com o álbum “Good Girl Gone Bad” que ela explodiu de vez. Utilizando uma nova direção musical e incorporando novos estilos, o disco foi sucesso absoluto de vendas em vários países, ficando em segundo lugar entre os mais vendidos nos Estados Unidos e em primeiro no Brasil. O primeiro single do álbum, “Umbrella”, se tornou não apenas um dos maiores e mais reconhecíveis hits da cantora, mas uma espécie de clássico da música moderna; além do mais, se transformou em um dos singles mais vendidos no mundo - mais de 6,6 milhões de cópias. O álbum também contém outras faixas de grande êxito, como “Don´t Stop The Music”,”Shut Up and Drive” e “Rehab”. O álbum recebeu diversas indicações ao Grammy, ganhando uma. Mais tarde, o CD ganhou uma edição de luxo,com o acréscimo de três canções inéditas: “Disturbia”, “If I Never See You Face Again”, uma colaboração com a banda Maroon 5, e “Take a Bow”. Em 2008, ela foi nomeada a “Diva do Ano” pela revista Entertainement Weekly.
Anti

Em 2016, Rihanna lançou seu oitavo álbum de estúdio, chamado “Anti”. Muito antecipado, o disco começou a ser produzido em 2014. Em 2015, Rihanna chegou a lançar três singles, incluindo sua aclamada parceria com Kanye West e com Paul McCartney: “FourFiveSeconds”. No entanto, as músicas não foram incluídas na versão final do disco. Rihanna lançou o álbum no dia 28 de Janeiro de 2016. No entanto, este lançamento ocorreu apenas na plataforma Tidal, da qual Rihanna é uma das donas, o que deixou parte dos fãs insatisfeitos, especialmente pelo fato do download no Tidal  do álbum ser gratuito,. No dia seguinte, o CD foi lançado em outras lojas online para compra.

O álbum chegou a lojas físicas no dia 5 de fevereiro. O disco foi bem recebido pela crítica especializada, que gostou da forma como Rihanna conduziu a gravação e elogiou sua performance vocal. Entretanto, nem todos os fãs ficaram felizes com o novo trabalho de Rihanna e alguns chegaram a considerar este disco um dos piores de sua carreira.

Rihanna fuigiu um pouco do padrão para fazer “Anti”. Diferente de seus trabalhos anteriores, que priorizavam um som “pop” mais tradicional e com uma pegada eletrônica mais forte, focando em músicas de dança, “Anti” flertou com uma série de estilos musicais procurou uma linha mais experimental e conceitual. O resultado foi um álbum que contém elementos de “dancehall” e “soul”, com músicas estruturadas de forma mais minimalista.

Rihanna colaborou no processo de escrita de quase todas as canções e ainda foi uma das produtoras executivas do disco. A cantora colaborou com uma série de outros produtores e escritores. De acordo com Rihanna, o objetivo do novo álbum era justamente fugir do estilo que adotou em diversos trabalhos anteriores e procurar um som mais agressivo.

O álbum contém 13 canções e o primeiro singles lançado foi “Work”, parceria com Drake. A canção foi um gigantesco sucesso. O álbum também teve sucesso comercial, ficando em primeiro lugar na Billboard Hot200 e chegando aos topos das listas de vendas de vários países. Já o segundo sungle do álbum, chamado “Kiss it Better”, não apresentou o mesmo nível de sucesso de Work e atingiu a 62ª posição na Billboard Hot 100. Já o terceiro single, “Needed Me”, foi mais bem sucedido e atingiu a 7ª posição na Billboard Hot 100.

 

fonte: https://www.ig.com.br/tudo-sobre/rihanna/

Comentário