Sociedade - Negocios

Exportações chinesas registam maior queda em três anos

Friday, 08/03/2019 | 11:01 As exportações chinesas registaram, em fevereiro passado, o maior declínio em três anos, evidenciando o impacto da desaceleração global e das disputa comerciais com os Estados Unidos para a segunda maior economia do mundo.

As exportações chinesas registaram, em fevereiro passado, o maior declínio em três anos, evidenciando o impacto da desaceleração global e das disputa comerciais com os Estados Unidos para a segunda maior economia do mundo.
As exportações caíram 20,7%, em relação ao ano anterior, na maior queda desde fevereiro de 2016. As importações recuaram também, 5,2%, resultando no menor superavit comercial da China, desde que registou um défice na balança comercial, em abril de 2018.

As ações chinesas abriram já em terreno negativo, depois de o Banco Central Europeu revelar planos para novos estímulos económicos, aumentando os receios sobre o crescimento da economia global.

A bolsa de Xangai, principal praça financeira da China, abriu a cair 2,19%. Shenzhen, a segunda praça financeira do país, recuou 2,38%.

No total, o comércio externo da China recuou 9,4%, face ao mesmo mês do ano passado, para 1,81 biliões de yuan (240.507 milhões de euros), segundo os dados publicados hoje pela Administração-geral das Alfândegas chinesas.

fonte: https://www.noticiasaominuto.com/economia/1212245/

Comentário