Sociedade - Negocios

Moçambique, Portugal e BAD assinam terça-feira acordo para investimento privado nos PALOP

Monday, 11/03/2019 | 11:17 Moçambique, Portugal e o Banco Africano de Desenvolvimento assinam na terça-feira, em Maputo, o acordo para apoiar investimento privado nos países africanos lusófonos, durante uma visita de sete dias da secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros portuguesa.

Moçambique, Portugal e o Banco Africano de Desenvolvimento assinam na terça-feira, em Maputo, o acordo para apoiar investimento privado nos países africanos lusófonos, durante uma visita de sete dias da secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros portuguesa.

A secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação portuguesa, Teresa Ribeiro, inicia este domingo uma deslocação de sete dias a Moçambique, anunciou o Ministério dos Negócios Estrangeiros português, em comunicado.

Na agenda da governante portuguesa estão encontros com o primeiro-ministro, Carlos Agostinho do Rosário, e vários membros do Governo, entre segunda e terça-feira, para fazer um ponto de situação do relacionamento bilateral, preparar a quarta cimeira entre os dois países e abordar as perspetivas de aprofundamento da cooperação nas diferentes áreas contempladas no Programa Estratégico de Cooperação entre Portugal e Moçambique, assinado em 2017.

Na terça-feira, os governos português e moçambicano e o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) assinam o memorando de entendimento que estabelece o Compacto para Moçambique, no âmbito da iniciativa Compacto Lusófono, lançada com aquela instituição africana em novembro de 2018, para apoiar o investimento privado nos países africanos de língua oficial portuguesa (PALOP).

Antes, a secretária de Estado portuguesa intervém num jantar-debate, organizado pela Câmara de Comércio Moçambique-Portugal (CCMP), dedicado ao tema do financiamento do desenvolvimento e o papel do investimento privado, e que contará com a presença de empresários de dois países, além de intervenções do ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, e do vice-presidente do BAD, Mateus Magala.

Na capital, Teresa Ribeiro tem ainda previstos encontros com representantes de organizações internacionais presentes em Moçambique e irá visitar projetos apoiados por Portugal no âmbito da cooperação para o desenvolvimento e da cultura.

Na quinta e na sexta-feira, a governante portuguesa desloca-se à província de Nampula, para visitar projetos da cooperação portuguesa, bem como o Programa “Cluster da Ilha de Moçambique”, que engloba uma intervenção concertada de diferentes atores da cooperação portuguesa nos domínios da preservação e reabilitação do património histórico e cultural da ilha, da gestão e ordenamento territorial e urbanístico, da formação profissional e do ensino pré-escolar e sua ligação ao ensino primário na região.

fonte: https://noticias.sapo.mz/economia/artigos/mocambiq

Comentário