Saúde

Resorcina: o que é, para que serve e como utilizar?

Thursday, 09/05/2019 | 09:26 Resorcina: o que é, para que serve e como utilizar?

Resorcina: o que é, para que serve e como utilizar?

O que é o ácido resorcina?
O ácido resorcina, conhecido também como resorcinol, é um composto químico (C6H42), apresentando-se como um pó cristalino ou cristais incolores levemente rosados, utilizado na formulação de medicamentos como cremes, pomadas e spray, para o tratamento de problemas de pele como a acne, psoríase, eczema, dermatite seborreica, queimaduras e para eliminar manchas e cicatrizes.

A resorcina possui propriedades queratoplásticas, ou seja, elas intensificam a queratinização dos epitélios promovendo a regeneração da camada córnea, que corresponde à camada mais extensa da pele, além de propriedades antisséptica, antifúngica, esfoliativa e antipruriginosa.

A concentração usual do ácido resorcina nos medicamentos é em torno de 2 a 5%, sendo seu uso tópico aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Ácidos mais utilizados em tratamentos estéticos
Além do ácido resorcina, indicado especialmente para quem tem pele oleosa e sofre com a acne, outros ácidos são amplamente utilizados para eliminar de uma vez as manchas da pele, cicatrizes e rugas.

Eles podem ser encontrados em diversas formas como cremes, gel, manipulados e em cosméticos vendidos em farmácias e drogarias.

Os produtos com ácido resorcina podem ser aplicados em casa ou em clínicas de estética e consultórios dermatológicos, onde são realizados os peelings químicos. Dê uma conferida em outros ácidos, além do resorcina, muito utilizados nos tratamentos estéticos.

Ácido azeláico
Além de eliminar manchas e clarear a pele, o ácido azeláico combate a acne suave e moderada.

Fenol
O fenol é utilizado para os peelings médios e profundos. Seus resultados são excelentes para atenuar cicatrizes, rugas e combater o envelhecimento precoce.

Fítico
Muito utilizado no clareamento de manchas crônicas, possui ação anti-inflamatória, antioxidante e propriedades hidratantes.

Glicólico
O ácido glicólico é eficaz para reverter os danos causados pelas cicatrizes da acne, excelente para diminuir as rugas por aumentar a estrutura da epiderme.

Hialurônico
Presente na formulação de inúmeros cremes e loções, o ácido hialurônico previne e combate as rugas, principalmente as de expressão. Também é muito utilizado para o preenchimento cutâneo.

Málico
Muito eficaz para atenuar rugas, clarear manchas e ainda possui ação regenerativa.

Kójico
O ácido kójico elimina manchas, inclusive atenua melasma, por possuir propriedades de despigmentação natural. Ele age sobre a pele inibindo a ação e a produção da melanina.

Retinóico
Mesmo em meio a tantos ácidos, o retinóico continua sendo o mais utilizado para o tratamento tópico para combater os sinais de envelhecimento. É muito utilizado em peelings e cremes noturnos.

Mandélico
O ácido mandélico proporciona uma pele uniforme, sendo muito utilizado para amenizar os poros abertos.

Salicílico
O ácido salicílico é muito indicado para o tratamento da acne, atuando como um esfoliante e controlando a oleosidade da pele. Suaviza manchas da pele e rugas, além de ser uma alternativa de tratamento para a dermatite seborreica e a caspa.

Tricloroacético
O tricloroacético é utilizado para peelings médios e profundos e exclusivamente em consultórios dermatológicos.

Láctico
Reduz a aparência de envelhecimento, atenua linhas finas e rugas. Sua ação esfoliante melhora a textura da pele, removendo as células mortas devolvendo seu brilho natural.

Ele também auxilia na redução da flacidez da pele, estimulando a produção de colágeno. O ácido láctico pode ser encontrado em produtos para os cabelos como shampoos e loções.

Qual a melhor estação do ano para tratamentos estéticos com resorcina?
O frio é o grande aliado para garantir resultados satisfatórios em procedimentos dermatológicos mais invasivos.

O inverno, portanto, é a estação mais recomendada para tratar e renovar a pele não apenas com o ácido resorcina, mas com todos os outros ácidos demonstrados nesse artigo.

A razão é bastante simples: a exposição solar deve ser evitada ao máximo após o peeling químico, sendo absolutamente necessária a utilização de filtro solar de alta proteção.

Resorcina para o tratamento da acne
A acne não se manifesta apenas durante a adolescência. O estresse, a falta de alimentação saudável e balanceada, limpeza de pele inadequada e a poluição são fatores desencadeantes da acne.

O ácido resorcina é eficaz para a eliminação tanto da acne, como de cicatrizes e manchas provocadas por ela. Nos cosméticos utilizados para o tratamento da acne, a concentração do ácido é bem elevada.

O ácido resorcina também pode ser manipulado para o tratamento da acne, mas sempre com prescrição médica. Confira algumas fórmulas:

Creme 1

* Ácido resorsina – 5%;
* Ácido salicílico – 10%;
* Acetonido de triancinolona – 0,1%;
* Creme de base lanette q.s.p. – 50gr.

Creme 2

* Ácido resorcina – 10mg/g;
* Enxofre – 75mg/g;
* Veículo – 25g.

Peeling na estética

* Ácido resorcina – 14%;
* Ácido lático – 14%
* Ácido salicílico – 14%.

Loção facial/spray

* Ácido resorcina– 2,6%;
* Ácido salicílico – 2%;
* Mentol – 2%;
* Alfa Bisabolol – 0,5%;
* Álcool 70 – 100 ml.

Peeling de resorcina para o tratamento da acne
Você sabe realmente como funcionam os peelings e como são classificados? Veja e entenda melhor.

Os peelings são classificados de acordo com a sua capacidade de penetração na pele:

Peeling superficial
O peeling superficial age na epiderme, que é a camada mais superficial da pele e não apresenta problemas significativos após a sua aplicação.

Peeling médio
O peeling médio promove a destruição dos tecidos, removendo parcial ou totalmente a epiderme, atingindo a derme papilar e apresenta poucos riscos e complicações após a sua aplicação.

Peeling profundo
O peeling profundo destrói totalmente a derme, atingindo a derme reticular e apresenta riscos maiores como manchas claras ou escuras e cicatrizes.

Assim, o peeling de resorcina para o tratamento da acne não apresenta grandes problemas após a sua aplicação por ser considerado superficial.

Como é realizado o peeling de resorcina?
O peeling de resorcina é feito com uma pasta, produto manipulado, no qual o principal ativo é a resorcina.

Sua consistência é pastosa com grânulos e coloração de areia. A pasta é aplicada com uma espátula de forma homogênea em todo o rosto que deverá permanecer de 5 a 20 minutos.

Quando a pasta for retirada e o rosto lavado, poderá ocorrer uma leve sensação de formigamento e ardor. Posteriormente o rosto poderá apresentar leve vermelhidão e fina descamação.

Contraindicações e efeitos colaterais
Contraindicações
A resorcina é contraindicada para mulheres grávidas, lactantes e para pessoas com hipersensibilidade ao ácido.

Efeitos colaterais
A resorcina pode causar irritações e sensibilizações cutâneas, como também intoxicação se aplicada sobre ferimentos.

fonte: https://tudoela.com/resorcina/

Comentário