Desporto

Os oito dossiers que Vieira tem para fechar e que podem valer milhões

Tuesday, 28/05/2019 | 11:45 De Facundo Ferreyra a André Carrillo, são estas as possibilidades em cima da mesa.

De Facundo Ferreyra a André Carrillo, são estas as possibilidades em cima da mesa.

O Benfica já prepara a temporada que se avizinha depois de ter terminado a última com a conquista do 37.º título de campeão nacional. O plantel está em período de férias e regressa apenas a 1 de julho, data em que começa pré-época. No entanto, até lá, a direção encarnada, liderada por Luís Filipe Vieira, terá de resolver alguns processos pendentes referentes aos jogadores que se encontram emprestados pelo clube da Luz. 

O primeiro problema pode estar em Facundo Ferreyra. Chegado à Luz no último verão, o avançado argentino não conseguiu confirmar os créditos de goleador que trazia do futebol ucraniano. O Benfica conseguiu emprestá-lo ao Espanyol, em janeiro, aliviando a folha salarial fruto do elevado ordenado de Ferreyra. Porém, o emblema espanhol quer, segundo revela a imprensa local, antecipar o final do empréstimo que estava apenas acordado para junho de... 2020. Espanyol e Benfica terão agora de arranjar uma solução que agrade a ambas das partes, mas um regresso à Luz estará longe de acontecer. 

Alfa Semedo também não convenceu no Espanyol, mas o final da cedência estava agendado para o fim da época que agora terminou. Formado na Luz, os encarnados foram 'repescar' este médio luso-guineense ao Moreirense. Na primeira metade da época foi utilizado por Rui Vitória, estando à frente de Samaris nas opções, mas em janeiro acompanhou Ferreyra na mudança para Espanha. 

Com o futuro de Fejsa em aberto, Alfa Semedo poderá merecer uma oportunidade na pré-época para mostrar serviço a Bruno Lage. O técnico encarnado deverá querer ver de perto as qualidades de Semedo e só aí ficará decidido o seu futuro. 

Diogo Gonçalves é outro caso cujo desfecho é, neste momento, imprevisível. O extremo português de 22 anos foi emprestado ao Nottingham Forest na última temporada, mas não convenceu o emblema inglês a exercer a opção de compra que estava contemplada no contrato de cedência temporária. O jovem internacional português deverá apresentar-se no Seixal para o primeiro dia de pré-época e até pode beneficiar das possíveis saídas de Franco Cervi e Zivkovic, dupla de extremos que já foi apontada à porta de saída. 

Quem também regressa de período de empréstimo é Pedro Pereira. Com Rui Vitória, o jovem lateral de 21 anos ainda chegou a ter oportunidades na equipa principal das águias, mas ficou muito longe de convencer os adeptos encarnados. Foi emprestado ao Génova e ajudou a equipa italiana a assegurar a permanência na Serie A. Os encarnados vão perder um lateral direito - Sébastian Corchia deve regressar ao Sevilla após fim do empréstimo - e Bruno Lage precisará de um jogador que concorra pelo lugar de titular com André Almeida. 

Bruno Varela também estará de volta depois de um empréstimo ao Ajax. O guardião português não somou qualquer minuto em jogos oficiais pelo emblema holandês, mas conquistou dois títulos: o campeonato e a Taça da Holanda. Com Svilar na porta de saída - deverá ser emprestado -, abre-se uma vaga no leque de opções para a baliza encarnada.  

Por clarificar está a situação de Cristian Lema, central argentino que chegou à Luz no último verão a custo zero. Em janeiro foi emprestado ao Peñarol, mas a cedência termina em junho, pelo que deverá regressar a Portugal. Resta saber se terá lugar na pré-temporada encarnada. 

Todos contam: os exemplos 

A chegada de Bruno Lage ao comando técnico do Benfica trouxe uma nova vida a jogadores que pareciam estar destinados ao insucesso no clube encarnado. Samaris era terceira opção e Adel Taarabt estava 'esquecido' na equipa B das águias.

O grego ganhou a confiança de Lage e acabou a época como uma das melhores unidades encarnadas e com participação direta na conquista do campeonato. O médio terminava contrato em junho, mas foi premiado com uma renovação de quatro anos. Um claro voto de confiança do treinador... e do presidente Luís Filipe Vieira. 

Por seu turno, Taarabt conseguiu, ao fim de quatro anos, estrear-se finalmente na equipa principal do Benfica, merecendo, em diversas ocasiões, rasgados elogios por parte de Bruno Lage. A entrega, o esforço e o espírito de equipa do criativo marroquino convenceram o técnico encarnado a dar-lhe uma oportunidade. Fez seis jogos no campeonato, um deles a titular, e outro na Taça de Portugal. No final da época não se esqueceu de agradecer a Lage e prometeu entrega total ao clube da Luz.

Estes são dois casos que podem servir de exemplo aos jogadores que regressem na nova temporada à Luz. Sob o lema 'Todos contam', Bruno Lage já deixou claro que apenas pede duas coisas aos jogadores: entrega e trabalho. 

Dupla deve valer encaixe significativo 

Ao contrário dos nomes acima referenciados, André Carrillo não deverá regressar à Luz. O internacional peruano foi emprestado ao Al Hilal e suscitou o interesse de vários emblemas na Arábia Saudita. Carrillo aufere um salário elevado e os responsáveis encarnados podem entender que esta será a altura certa para encaixar alguns milhões com a sua saída a título definitivo. O próprio Al Hilal quer manter Carrillo, para atacar a nova temporada, após perder o campeonato para o Al Nassr de Rui Vitória, e o negócio pode concretizar-se por um valor a rondar os 15 milhões de euros. 

Por seu turno, Lisandro López também deve sair a título definitivo. O defesa argentino está emprestado ao Boca Juniors até ao final do ano, mas o emblema de Buenos Aires já está a pensar em acionar a opção de compra avaliada em quatro milhões de euros. Foi essa a certeza dada pela cadeia televisiva local, a TyC Sports, que garantiu ainda que os responsáveis do Boca estão convencidos pelo rendimento do defesa. 

Feitas as contas, o Benfica poderá encaixar quase 20 milhões de euros com as saídas definitivas de Carrillo e Lisandro López, somando, claro está, aos milhões dos outros dossiers pendentes. 

fonte: https://www.noticiasaominuto.com/desporto/1260458/

Comentário